Sindicato das Empresas de Transportes de Cargas e Logística do Sul de Santa Catarina
phone_1_icon&16

 (48) 3437-4535 | (48) 3433-5579

O Porto de Itajaí garante R$ 23 milhões para investimento em obras nos berços 3 e 4

Comment are off
Investimento no Porto de Itajaí. O Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil (MTPAC) garantiu o repasse de R$ 23 milhões para conclusão das obras do berço três e retomada das obras do berço quatro. Esses berços estão inoperantes desde julho de 2014, prejudicando de forma significativa o desempenho operacional da área pública, consequentemente, o Porto não tem como atender a demanda crescente de cargas.
 
A movimentação nos berços públicos e da APM Terminals Itajaí durante o mês de abril somou 18 embarcações elevando a movimentação acumulada do ano para 78 atracações verificando-se uma queda de 4% em relação ao ano anterior, que somou 81 embarcações atracadas, em função da redução das escalas de navios de turismo observada na temporada 2016/2017, bem como, na redução de escalas atendidas para navios de carga geral.
 
O anúncio é uma resposta da promessa feita pelo próprio ministro, Maurício Quintella Lessa, quando esteve em Itajaí, no dia 26 de janeiro de 2017, a convite do Fórum Parlamentar Catarinense, então coordenado pelo senador Dalirio Beber (PSDB –SC). “O Fórum Parlamentar sempre uniu esforços com o governo federal para viabilizar o projeto de dragagem do Porto de Itajaí. A bancada apresentou duas emendas de R$ 22 milhões. Uma, no ano passado e já empenhada, e outra deste ano, ou seja, nós asseguramos, entre 2016 e 2017, R$ 44 milhões para obras do Porto de Itajaí.
 
O Porto de Itajaí está localizado no 2º maior complexo movimentador de contêiner do Brasil. O porto se destaca pelo escoamento de cargas refrigeradas, principalmente aves e suínos. No mês de abril do corrente ano foram registradas 85 escalas efetuadas no Complexo Portuário do Itajaí totalizando a movimentação de 1.164.791 toneladas elevando a movimentação acumulada do ano para 322 escalas, com 4.127.842 toneladas verificando-se um crescimento de 9% na movimentação total de cargas em relação ao mesmo período do ano anterior, que realizou 301 escalas, com 3.770.665 toneladas, sendo que, no número de escalas realizadas observamos um crescimento de 7% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Fonte: NTC&Logística

About the Author